AS JÓIAS DA MONGÓLIA !

Uma viagem a esse destino é uma descoberta, uma experiência única.

No mundo atual tão agitado e em constante movimento no qual vivemos atualmente, onde se poderá encontrar a vida como era há vários séculos? A Mongólia, que oferece ….. a seus visitantes algumas das paisagens mais lindas e imaculadas do mundo e uma enorme riqueza cultural daquele que chegou a ser o maior império, jamais conhecido pela humanidade.

William de Rubruck, Marco Polo, Roy Chapman Andrews foram os primeiros estrangeiros a visitar o país, antes que a Mongólia abrisse suas fronteiras para o mundo em 1990. Recentemente o Dalai Lama, Richard Gere e Julia Roberts, serviram de embaixadores culturais, atraindo a atenção do mundo para esse destino que foi ignorado por muitos anos.

 

HISTÓRIA E CULTURA – A maioria já ouviu falar do legendário Gengis Khan, porém a cultura do país envolve muito mais que o espírito guerreiro. Altan Khan converteu seu império ao lamaismo tibetano e concedeu ao líder da seita Chapéu Amarelo o título de Dalai Lama que significa no idioma mongólico “Oceano de Sabedoria”.

Quando Korakorum era o centro do mundo , os emissários mongóis usavam um disco de metal que foi o primeiro passaporte do mundo. Levavam também uma carta de apresentação, pintada em pele de animal com os 5 povos de animais representando o cavalo, o camelo, o yak, o cordeiro e a cabra.

Por essa razão é que até hoje os mongóis se alimentam do leite e da carne desses animais e usam as peles como vestimentas.  As cartas antigas são quase tão parecidas hoje como eram quando Marco Polo relatou sua visita  ao país.

MEIO AMBIENTE E VIDA SILVESTRE – O país ocupa uma área superior a 3 vezes o território da França e tem uma população de 2 milhões e meio de habitantes. Possui enorme áreas de paisagens imaculadas como uma diversidade de mamíferos, espécies marinhas e aves raras: no Parque Nacional de Hustain Nuru – localizado a menos de 2 horas da capital Ulan-Bator, é a terra dos cavalos Takhi, conhecido como o último remanescente dos cavalos selvagens.

CONHECENDO O PAÍS – A Mongólia se converteu em país democrático em 1990. Anteriormente fazia parte da União Soviética, embora como estado independente. O idioma do país é o altaico, que tem as mesmas raízes do finlandês e do húngaro.

TRANSPORTE, ALOJAMENTO E RESTAURANTES – A maioria das capitais das províncias tem conexões e transporte por helicópteros e é possível alugar pequenos aviões para atingir regiões mais remotas. No interior se utiliza vans ou jipes. Alguma áreas montanhosas só são acessíveis a cavalo.

Ulan Bator é uma cidade pequena, mas dispõe de uma variedade de hotéis desde hotéis de luxo e básicos a casas de hóspedes e restaurantes para todos os gostos: cozinha mongólica, européia e internacional. A disponibilidade de comida ocidental diminui a medida que se visita o interior do país.

COMO ENTRAR OU SAIR DO PAÍS – Mongólia é um país sem saída para o mar e situado entre a Rússia e a China na Ásia Central. Para os brasileiros é mais conveniente entrar e sair por Pequim, conforme orientações abaixo. Necessita-se visto para o país e esse visto pode ser obtido junto a representação do da Mongólia em São Paulo ou em Pequim.

TREM TRANS-MONGOLIA – Existe 1 freqüência semanal ligando Pequim a Ulan-Bator:

Trem T23 que sai de Pequim as 3as. feiras às 7:40 horas chegando a Ulan-Bator no dia seguinte as 13:10 horas. No sentido inverso o trem opera da seguinte forma:

Trem T24 sai de Ulan-Bator as 08:50 horas de 5ª feira chegando a Pequim no dia seguinte as 15:33.

O preço por pessoa em cabine dupla, de ida e volta custa US$ 440,00 (sujeito a variações cambiais).

VIA AÉREA – Existe freqüências diárias de vôos ligando Pequim a Ulan-Bator (ULN), com a empresa aérea chinesa CA e as passagens aéreas de ida e volta variam de acordo com a época do ano. A passagem aérea de ida e volta, BJS/ULN/BJS em classe econômica custaem torno de US$ 644,00 (sujeito a variações cambiais). O valor desse aéreo será incluído junto ao pagamento da parte terrestre, reservas e missão com nosso prestador de serviços na China e essa passagem será entregue aos passageiros após o desembarque em Pequim. (conceito de bagagem 23 quilos)

 

Descrição do Roteiro

 

AS JÓIAS DA MONGÓLIA

14 DIAS / 13 NOITES

 

1º DIA – ULAN BATOR – Chegada a Ulan-bator e traslado ao hotel. Dependendo da hora de chegada, será feito um pequeno tour pela cidade. À noite, jantar de boas-vindas. Acomodação.

2º DIA – ULAN BATOR/ELSIN TASARHAL  – Café da manhãVisita ao Deserto de Gobi. Sairemos em direção nordeste do grande deserto de Gobi para Elsin Tasarhal, enorme duna de 130 quilômetros. Almoço em típico acampamento (ger). Visitaremos o lago Jaakhan com sua numerosa espécies de pássaros e as ruínas do templo Two Lamps. Acomodações em um típico acampamento mongol (ger). Jantar

3º DIA –ELSIN TASARHAL/KHARKHORIN/THE HOT SPRING OF TSENHER – Café da manhã.Construída por Gengis Khan há aproximadamente 800 anos, Kharhorin, ou melhor conhecida como “Karaqorum” era conhecida como a capital do Império Mongol. Visita às relíquias da antiga cidade, ao monastério Erden Zuu e outros monumentos históricos da região. Acomodações em um típico acampamento mongol (ger). Jantar

4º DIA –  THE HOT SPRING OF TSENHER – Hoje visitaremos o lugar chamado pelos mongóis de “paraíso do bando de cavalos” por sua beleza. Iremos pela nova Millennium Road até a terma de Tsenher, onde a água sai do chão a 82ºC. Acomodações em um típico acampamento mongol (ger). Jantar

5º DIA – THE HOT SPRING/KHORGO VOLCANO – Saindo das águas termais, passaremos pela cidade de Tsetserleg, capital provincial, onde será feita uma curta visita ao mercado local. Continuando a viagem, parada próxima a Taikhar Chuluut, pedra relacionada à mitologia local. A próxima parada do dia será no Chuluut Canyon, ponto de observação, e a “Árvore dos cem galhos” que está localizada ali perto há centenas de anos. Acomodações em um típico acampamento mongol (ger). Jantar

6º DIA – KORGO VOLCANO/JARGALAND – Passaremos parte do dia caminhando e andando a cavalo, do topo do vulcão Khorgo até o lago Terhin Tsagaan. Após o almoço sairemos rumo norte, por uma das rotas mais lindas do país, passando por grandes montanhas, pequenos riachos e remotos vilarejos terminando o dia  próximo a Jargaland Hot Spring. Acomodações em um acampamento típico acampamento mongol (ger). Jantar

7º DIA – JARGALAND/MURUN – Saida para Murun, capital provincial de HuvsgulAcomodações em um típico acampamento mongol (ger). Jantar

8º DIA – MURUN/LAGO HUVSGUI – Saída para visitarmos uma localidade especializada na confecção de estátuas de pedras de imprtantes líderes do país. Após um almoço piquenique, continuação para o lago Huvsgui. Um dis maiores reservatórios de águas pura do mundo, tem em suas margens várias minorias raiais mongóis. Acomodações em um típico acampamento mongol (ger). Jantar

9º DIA – LAGO HUVSGUI/TSAATAN –  Um dos destaques da viagem é o lago de Huvsgul. Hoje você seguirá do lago para o acampamento do povo ger Tsaatan onde se hospedará. Um dos mais interessantes povos que vivem próximo ao lago são os Tsaatan. Essa pequena tribo que consiste em 40 famílias que vivem juntas com bandos de renas Acomodações em um típico acampamento mongol (ger). Jantar

10º DIA – LAGO HUVSGUI –  Hoje faremos uma caminhada rodeando o lago, que está a 1650 m de altitude, cercado de montanhas de mais de 3100 m. Após almoço retornaremos a Murun. Acomodação no hotel.

11º DIA – MURUN/ULAN BATOR – Após o café da manhã, voaremos de volta a Ulan-bator. Chegada e, após check-in no hotel, visita pela cidade, incluindo o Museu de História Natural e a praça principal. Acomodação no hotel.

12º DIA – ULAN BATOR – O dia começará com algumas horas no “mercado negro”, enorme mercado onde se encontra de tudo. Após almoço, visita ao museu Bogd Khan, localizado no palácio do último rei da Mongólia. À noite, tempo para compras. Acomodação no hotel.

14º DIA – ULAN BATOR – Traslado ao aeroporto e embarque para o próximo destino.

 

O pacote inclue:

 

  • Três noites em hotel 4*;
  • Nove noites no acampamento gen;
  • Refeições indicados no programa;
  • Veiculo 4×4;
  • Guia local falando inglês;
  • Entradas citadas no roteiro;
  • Transfers.

EXCURSÃO AO PARQUE NACIONAL

4 Dias / 3Noites

 

1ºDIA – ULAN BATOR / TERELJ – Pela manhã partida para Gorki-Terelj National Park. O parque possui formações rochosas únicas, vales cênicas, um rio sinuoso, repousante e bosques de árvores. Muitos nômades vivem no próprio parque, onde encontram boas pastagens para seus animais. Vamos visitar as famílias nômades  e aprender sobre a vida e em torno do parque. Depois do almoço tomamos um rápido passeio a cavalo pelas montanhas do Rio Terelj e volta para o acampamento ger. Durante a noite em um acampamento ger.

2ºDIA -TERELJ / GUN GALUUT – Localizado a cerca de 1,5 horas de carro de Terelj, Gun Galuut oferece grandes oportunidades para observar a vida selvagem . É muito bom descansar  às margens do Lago Ikh Gun, lar de muitas espécies de aves aquáticas, e ao lado Baits Mountain, habitat natural para o quase extinto Mountain Sheep, há grandes chances de observar algumas das mais impressionantes da vida selvagem da Mongólia. O Rio Kherlen está situado a poucos minutos de distância do acampamento, e você pode participar de caiaque fácil opcional. Pernoite no acampamento ger.

3ºDIA – GUN GALUUT / GACHUURT / ULAN BATOR – Retorno a Ulaanbaatar, parando às margens do rio Tuul em Gachuurt para um piquenique. A escolha da atividade da tarde: podemos caiaque maior parte do caminho de volta a Ulaanbaatar no rio, ou podemos voltar à cidade em um veículo para uma tarde de visitas guiadas a galerias de arte com artistas mongol e lojas de souvenires. Jantar e alojamento em hotel de 4 estrelas.

4ºDIA – ULAN BATOR – Café da manhã e traslado ao aeroporto de volta. Fim de nossos serviços!

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA:

  • Passaporte válido com data de expiração superior a 6 meses.
  • Vistos para a China (múltiplas entradas) providenciado no Brasil.
  • Visto para a Mongólia obtido junto a representação do país em São Paulo ou em Pequim.
  • Vacina de febre amarela.

 

 

home porn | seks izle | porn videos